Ariquemes AGORA
Notícias

Leia as principais notícias de Rondônia

Após ser baleada na cabeça no bairro Primavera, jovem perdeu o bebe e continua em estado grave

Por Folha do Sul, 12/05/2019 07h15

Aos leitores, ler com atenção!
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Garota cuja família reside em Vilhena sofreu o atentado em Ji-Paraná (Foto: Divulgação)
Garota cuja família reside em Vilhena sofreu o atentado em Ji-Paraná - Foto: Divulgação

Após ser baleada na cabeça Natielli Silva Reis de Vilhena perdeu o bebe e está em estado grave.

Está internada numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI), desde o dia 03 de maio, a adolescente vilhenense Natielli Silva Reis, de 15 anos (fará 16 no mês que vem). Ela foi baleada na cidade de Ji-Paraná, região central de Rondônia e seu estado atual é considerado gravíssimo.

O FOLHA DO SUL ON LINE conversou com uma familiar da adolescente, que a visitou logo após a tentativa de assassinato. A entrevistada disse que a estudante havia saído de casa dizendo apenas que iria fazer uma viagem. Conforme a parente da vítima, ela estava grávida e sofreu um aborto espontâneo.

Através de um policial civil, o site foi informado de que, na noite do crime, Natielli havia embarcado num carro de aplicativo a pedido de um motorista que não conhecia. O homem, então, a levou até o local onde disparou várias vezes contra ela. A garota deveria receber “uma encomenda” e sua mala estava dentro do veículo, mas foi deixada no local onde ela ficou caída.

A vilhenense foi atingida pelos disparos numa das mãos, num braço, no peito e na cabeça. Este último projétil ficou alojado no crânio da vítima, que chegou a ficar consciente, dando as informações aos policiais que a resgataram. Após o aborto, ela melhorou um pouco, mas depois perdeu os sentidos e não fala desde então.

“Não podemos informar em que cidade ela está internada, pois o bandido que quase a matou pode tentar concluir o crime”, explicou  a entrevistada.

Fonte: Folha do Sul

Internas - Acima (Medium Rectangle) - Tamanho: 300x250
João Luiz de Jesus e Rosa Bettero - SRTE/RO-1194

4ª Edição BAILE RETRÔ 2019 em Ariquemes “A Festa do Flash Back”