Ariquemes AGORA
Notícias

Leia as principais notícias de Rondônia

Dezembro Vermelho: Campanha para prevenir e diagnosticar HIV e Aids é lançada em Ariquemes

Por Por Rinaldo Moreira, G1 Ariquemes e Vale do Jamari, 09/12/2018 10h13
Mais de 500 pessoas têm a doença em Ariquemes (Foto: Reprodução)
Mais de 500 pessoas têm a doença em Ariquemes - Foto: Reprodução

Dezembro Vermelho: Campanha para prevenir e diagnosticar HIV e Aids é lançada em Ariquemes, RO
Lançamento aconteceu no fim desta semana no município. Mais de 500 pacientes foram diagnosticados com a doença na cidade.

A campanha de prevenção e combate ao HIV e a Aids foi lançada no auditório da prefeitura de Ariquemes (RO), região do Vale do Jamari, no fim desta semana. Hoje, o município atende mais de 500 pacientes que têm a doença. A Secretaria Municipal de Saúde já detectou, em 2018, 79 novos casos, 16 mais que no ano passado.

Há 30 anos foi instituído o 1º de dezembro como Dia de Combate ao HIV, na campanha "Dezembro Vermelho". O objetivo da ação é melhorar os índices de conscientização para a prevenção e necessidade do diagnóstico precoce, bem como o tratamento imediato.

Andria Gaspar, gerente de Vigilância em Saúde em Ariquemes, disse que antes, ao receber o diagnostico positivo para doença, já era quase uma condenação. Hoje, as pessoas não morrem mais pelo HIV são tratadas adequadamente. Mas chama a atenção para o número de novos infectados.

“Mesmo com esses trinta anos de avanço que a gente tem observado é que as pessoas ainda estão se infectando. Então o que é importante, é realizar a testagem rápida para identificar que são as pessoas que estão se infectando e tratar”, disse.

A meta em Ariquemes é realizar o teste rápido em pelo menos 70% da população. Atualmente, o município atende 500 pacientes com a doença.

Em 2017, foram diagnosticados 63 casos. Com o aumento dos testes rápidos, o número de novos registros em 2018 já atingiu 79, 16 a mais que todo ano anterior. A faixa etária que mais tem se infectado é entre 18 e 29 anos, principalmente pela falta do uso do preservativo.

Andria Gaspar informou ainda que, com o resultado negativo do teste rápido, é a oportunidade que a pessoa tem de repensar o seu comportamento quanto aos cuidados nas relações sexuais.

“É uma oportunidade para aquelas pessoas que não estavam tendo comportamento assertivo de repensar”, comentou Andria.

Mesmo com o "Dezembro Vermelho", a Secretaria Municipal de Saúde (Semsau), disponibiliza em qualquer período do ano o teste rápido à população, sendo preciso levar os documentos pessoais e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) para poder fazer o teste, que demora, em média, 10 minutos.

Internas - Acima (Medium Rectangle) - Tamanho: 300x250
Rosa Bettero - SRTE/RO-1194

BAILE DIREITO DE VIVER em Prol do Hospital do Amor no CTG – Ariquemes-RO