Ariquemes AGORA
Notícias

Leia as principais notícias de Rondônia

Fumantes têm visão distorcida sobre início dos efeitos do tabagismo

Por Terra.com.br, 13/03/2018 09h51
 (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

Em comparação com os não fumantes, os fumantes acreditam que as consequências adversas tanto leves e como graves do tabagismo levarão mais tempo para se desenvolver, de acordo com um estudo publicado no Journal of Cognitive Psychology.

Pesquisadores italianos e do Reino Unido examinaram a percepção de risco de jovens fumantes versus não fumantes usando uma estimativa de tempo- tarefa. Os participantes foram convidados a estimar o tempo de início das condições relacionadas com o tabagismo em um jovem fumante médio.

Os pesquisadores descobriram que, em comparação com os não fumantes, os fumantes adiaram o aparecimento de condições tanto leves como graves relacionadas ao tabagismo. Tanto para fumantes quanto para não fumantes, as estimativas do tempo de início para condições leves foram associadas à autopercepção do risco e do medo do desenvolvimento de condições relacionadas ao tabagismo.

Segundos os autores, as consequências adversas do tabagismo estão bem documentadas, mas o que se descobriu é que os fumantes percebem tais riscos como estando mais distantes no futuro em comparação com aqueles que não fumam. Essa percepção distorcida é incrivelmente perigosa para aqueles que fumam e podem levar as pessoas a retardar a interrupção do tabagismo ou de condições relacionadas ao tabagismo, aumentando o risco de desenvolver uma doença grave.

Fonte: Journal of Cognitive Psychology. DOI:10.1080/20445911.2017.1415346.

Internas - Acima (Medium Rectangle) - Tamanho: 300x250
Guilherme Azevedo

Boate V8 com Ladies First “PRIMEIRO AS DAMAS” e Billiards