Ariquemes AGORA
Notícias

Leia as principais notícias de Rondônia

EM CASA Governo de Rondônia contrata Correios para entregar medicamentos de uso contínuo em PVH

Por Secom-Governo de Rondônia, 23/10/2017 21h15
Maria de Souza Luz (c) recebe o primeiro kit de medicamentos: fim da peregrinação (Foto: Bruno Corsino)
Maria de Souza Luz (c) recebe o primeiro kit de medicamentos: fim da peregrinação - Foto: Bruno Corsino

EM CASA - Governo de Rondônia contrata Correios para entregar medicamentos de uso contínuo em Porto Velho

Humbelina da Penha gasta regularmente mais de quatro horas entre o transporte e as filas para retirar medicação para hepatite B para a aposentada Maria de Souza Luz, sua amiga. Com o programa Remédio aqui em Casa, lançado pelo governo de Rondônia, nesta segunda-feira (23), no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, a peregrinação não tem mais sentido. Maria vai receber todos os comprimidos de que precisa em sua residência, no bairro Cohab.

Os medicamentos serão entregues pelos Correios, com quem a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) firmou contrato. O programa só entrega medicamentos alto custo e de uso continuado para doentes inscritos no Sistema Único de Saúde (SUS).

O contrato firmado com os Correios envolve, além da entrega, a garantia de que os medicamentos serão armazenados, transportados e entregues conforme protocolos clínicos que tratam destes serviços.

O programa, segundo o governador Confúcio Moura, humaniza o atendimento aos pacientes. É tudo o que Maria de Souza Luz precisa. Ela foi a primeira a receber o kit de medicamentos das mãos de carteiros, ainda no Palácio Rio Madeira, e comemorou o benefício. A amiga Humbelina também gostou das novidades.

EXPERIÊNCIA

A parceria com os Correios é uma experiência que começa na capital. “Os resultados vão indicar se a entrega pode ser feita da mesma forma no interior”, disse Confúcio Moura.

O processo pode ser aperfeiçoado com a ajuda dos prefeitos. O governador sugere que eles se encarreguem de facilitar a entrega dos medicamentos para hipertensão, diabetes e reumatismo, que são mais baratos. Segundo Confúcio, atendendo estes doentes, as prefeituras estarão contribuindo para reduzir mais gastos com o agravamento das doenças.

O governador elogiou a equipe da Secretaria de Estado da Saúde. “São todos bem preparados e prontos para superar desafios”, afirmou emendando com um questionamento: “vocês lembram como recebemos a saúde no início do governo, não é?”

A resposta é uma avaliação dos avanços conquistados nesta área e que incluem o melhorias no Hospital João Paulo II. “O espaço é pequeno, as instalações dos banheiros são antigas, mas ali os profissionais produzem resultados de alto nível”, afirmou.

BANCADA

Para melhorar a área de saúde, acrescentou Confúcio, tem sido fundamental a atuação da bancada federal, que estava representada na cerimônia pelo senador Valdir Raupp e pela deputada federal Marinha Raupp. “A saúde deve muito a eles”, acentuou.

O secretário estadual da saúde, Williames Pimentel, destaca o programa Remédio aqui em Casa como uma resposta à necessidades da população. Tudo se deve, conforme ele, à política desenvolvia pelo governador Confúcio. Para corroborar o argumento, Pimentel cita investimentos feitos como a aquisição de 12 máquinas para hemodiálise que foram adquiridas e serão entregues no município de Ariquemes.

“Os pacientes chegavam a fazer 1.200 horas de viagem por semana para fazer o procedimento em Porto Velho”,  afirmou Pimentel.

Os Correios colocam no programa toda a experiência utilizada em contratos em andamento em outros estados do país. “Faremos este serviço com muito orgulho e muito amor”, garantiu o superintendente da empresa José Carlos Mosquera.

Fonte:

Texto: Nonato Cruz

Secom - Governo de Rondônia

Rosa Bettero

ONODERA ESTÉTICA completa 01 ano em Ariquemes Rondônia