Ariquemes AGORA
Notícias

Leia as principais notícias de Rondônia

Credenciamento do Hospital de Câncer da Amazônia discutido em reunião

Por ALE/RO - DECOM, 20/04/2017 19h46
 (Foto: Assessoria)
Foto: Assessoria

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), participou de uma reunião no começo da manhã desta terça-feira (18), no gabinete do governador Confúcio Moura (PMDB), no Palácio Rio Madeira, que tratou do credenciamento do Hospital de Câncer da Amazônia, como Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon).

Os deputados estaduais Laerte Gomes (PSDB), Dr. Neidson (PMN) e Geraldo da Rondônia (PSC), e a deputada federal Marinha Raupp (PMDB) também participaram do encontro, que contou com as presenças do diretor geral da Fundação Pio XII, Henrique Prata, e do diretor da unidade do Hospital de Câncer de Barretos na capital, Jean Negreiros.

"Rondônia tem um fluxo grande de pacientes que precisam sair em busca de tratamento em outros Estados. Com o funcionamento do Hospital de Câncer da Amazônia, vai ser possível fazer o tratamento mais perto da família, com a mesma qualidade que é oferecida nas demais unidades do País. E não apenas pacientes de Rondônia serão atendidos, mas do Amazonas, Roraima, Mato Grosso, Acre e até da Bolívia", disse Maurão.

Prata disse que a unidade de Barretos (SP) atende cerca de 6.300 pacientes da região Amazônica. Ele voltou a defender que o Hospital de Câncer da Amazônia seja credenciado como Cacon, para que possa desempenhar suas atividades em plenitude.

“É um tratamento de excelência e humanizado. Aqui, temos muitos parceiros que apoiam este projeto e vamos oferecer o mais especializado tratamento contra o câncer do País”, assegurou ele.

O governador reconheceu o trabalho do Hospital de Câncer de Barretos para tratar os pacientes de Rondônia. "Desde o primeiro momento, que estamos apoiando o Barretinho, como é conhecida a unidade da capital. O Governo investe, de seu orçamento próprio, R$ 1,950 milhões todo mês para custear as despesas de tratamento", destacou Moura.

Confúcio disse que o caminho é a direção do Hospital de Câncer da Amazônia encaminhar relatórios para o Ministério da Saúde, com detalhes de seu projeto e de sua capacidade de atendimentos; enquanto a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) vai apresentar suas demandas e necessidades.

"Caberá ao Ministério da Saúde a palavra final sobre o credenciamento, mas reconhecemos a importância de uma unidade desse porte, para atender toda a região", completou o governador.

Mais recursos

Preocupado que sejam garantidos os recursos para tratar do volume de pacientes que irão em busca do tratamento na nova unidade, Maurão de Carvalho sugeriu que haja um somatório de forças políticas para que mais recursos sejam repassados ao Governo.

"Teremos mais pacientes sendo atendidos, mas se o teto do Sistema Único de Saúde (SUS) não for ampliado e nem as Autorizações de Internação Hospitalar (AIH's), o Estado não terá como continuar arcando com parte das despesas. Por isso, conclamo que a Assembleia, a bancada federal e o Governo se unam em torno dessa necessidade de aumento dos repasses do Ministério da Saúde para Rondônia", acrescentou Maurão.

ALE/RO - DECOM – Eranildo Costa Luna

Foto: Marisvaldo José

LeandroKazuo Lkd

EXPOARI 2017 – SEGUNDA – Rodeio, sorteio, entrega premiações