Rondônia - 27 de Novembro de 2014
   

Neguinho do Mato Grosso era pistoleiro e é suspeito de matar vereador em Alto Paraíso

G1 de Rondônia, 24/10/2012 19h41
  
  
     
 (Foto: Rondoniavip) Ampliar imagem:  (Foto: Rondoniavip)
Foto: Rondoniavip

“Além deste crime, ele é suspeito de outros vários, como a morte de um vereador em Alto Paraíso, RO. Ele também responde processo por um duplo homicídio em Buritis e tem pena pelo crime de roubo circunstanciado em Araputanga, MT. Ao todo ele tem cerca de 20 anos de prisão para cumprir”, explica o delegado.

Polícia Civil (PC) de Ariquemes, RO, continua com as investigações, após a prisão do último suspeito de envolvimento no desaparecimento da família Gonzales, Lorivaldo Pereira de Oliveira, de 32 anos neste domingo (21). De acordo com delegado, responsável pelo caso, Evandro Kovalhuk de Macedo, a PC vai ouvir novas testemunhas para descobrir pistas sobre a localização das vítimas, mas ainda não tem previsão para o início da operação da busca dos corpos. A família está desaparecida desde o dia 29 de julho.

No dia 14 de setembro, a PC prendeu quatro suspeitos envolvidos no desaparecimento de Agnaldo da Silva Gonzales, Gleiciane do Amaral Teotoni e o filho de 5 anos, Matheus do Amaral Gonzales, e trabalhava no monitoramento para a prisão do quinto suspeito, Lorivaldo Pereira de Oliveira, o “Neguinho do Mato Grosso”, considerado principal suspeito do crime.

Lorivaldo foi preso no último sábado e é considerado um criminoso de alta periculosidade. “Temos a informação que o ‘Neguinho do Mato Grosso’ foi pistoleiro de proprietários rurais desta região, trabalhando na função de matador de aluguel”, ressalta o delegado.

Segundo Macedo, Lorivaldo cometeu um homicídio em 2006 no município de Buritis, RO, e foi condenado a 15 anos de prisão. O criminoso teria cumprido um ano da pena, na Casa de Detenção de Ariquemes, quando aproveitou do beneficio de trabalhar fora da prisão, para fugir em agosto de 2009. “Além deste crime, ele é suspeito de outros vários, como a morte de um vereador em Alto Paraíso, RO. Ele também responde processo por um duplo homicídio em Buritis e tem pena pelo crime de roubo circunstanciado em Araputanga, MT. Ao todo ele tem cerca de 20 anos de prisão para cumprir”, explica o delegado.

De acordo com Macedo, ‘Neguinho do Mato Grosso’ teria participado no planejamento e execução das vítimas, com o apoio dos outros quatro suspeitos. O crime teria sido motivado pelo interesse nos bens da vítima e a PC acredita que a família tenha sido executada entre os dias 29 de julho e oito de agosto. “Eles tentaram transferir os bens da vítima, mas não tiveram êxito e entenderam por bem executar as vítimas. Depois disso, ‘Neguinho do Mato Grosso’ empreendeu fuga e se escondeu no estado do Amazonas”, completa o delegado.

Macedo explica que os cinco suspeitos, que negam participação no crime, continuarão presos, até o encerramento das investigações. O próximo passo da averiguação é ouvir novas testemunhas para saber a localização dos corpos das vítimas. “Só vamos fazer novas buscas quando tivermos pistas concretas, de onde os corpos estão”, conclui o delegado. 
  •  
Últimas notícias

Neguinho do Mato Grosso era pistoleiro e é suspeito de matar vereador em Alto Paraíso - Foto: Dupla de assaltantes é baleada no Centro da cidade

Neguinho do Mato Grosso era pistoleiro e é suspeito de matar vereador em Alto Paraíso - Foto: Sábado é dia de vacinação contra raiva

Neguinho do Mato Grosso era pistoleiro e é suspeito de matar vereador em Alto Paraíso - Foto: ACIDENTE BR-364 - Passageiro morre ao perder controle do veículo-VÍDEO


  © Todos os direitos estão resevados
Ariquemesagora.com.br - A notícia no seu tempo!
Leia nossa politica de privacidade
Está permitida a reprodução ou distribuição parcial ou total de qualquer notícia desde de que seja citada a fonte da mesma.